Posts

Altas temperaturas do verão exigem hidratação

O verão chega com toda força e as altas temperaturas acendem o alerta de especialistas para a necessidade de hidratação e alimentação saudável. São cuidados essenciais para manter para o bom funcionamento do organismo e prevenir as doenças da estação.

Especialistas lembram também que alimentação leve e hidratação adequada são aliadas imprescindíveis da saúde, mas precisam estar associadas a outras precauções para evitar de desequilíbrio do organismo, como  intoxicação alimentar e desidratação. A intoxicação alimentar – náuseas e vômitos, diarreia, febre, dor de cabeça e desidratação grave, em certos casos – pode ser letal, dependendo da gravidade da infecção. Dicas simples, como evitar a ingestão de alimentos de rápida contaminação fora de casa (maionese e molhos em geral), deixar de consumir alimentos malpassados e sempre lavar as mãos com água e sabão antes das refeições são precauções importantes.

Já a desidratação apresenta sinais clássicos: boca e mucosas secas, sede intensa, longos períodos sem urinar, olhos ressecados e fundos, além de irritação. O não tratamento pode levar à insuficiência renal e problemas cardiovasculares, entre outros. Usar roupas leves, ingerir, no mínimo, de dois litros de água por dia, evitar exposição direta ao sol, principalmente no intervalo das 10h às 17h, não fazer exercícios físicos intensos sob o sol e, fora de casa, ingerir somente alimentos industrializados e de procedência confiável ajudam também a manter o bem-estar.

Confira as dicas essenciais para a saúde no verão:

  • Mantenha a hidratação em dia (2 litros/diariamente). Sucos sem açúcar, águas saborizadas e água de coco são boas opções de hidratação;
  • Dê preferência a alimentos ricos em água, como abacaxi, melancia, laranja-pera;
  • Reduza ou evite o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Evite ou diminua consumo de comida com excesso de gordura;
  • Prefira picolés ou sacolés de frutas a sorvetes cremosos, que têm muito açúcar e gordura.

A RHMED

Empresa piorneira na prestação de serviços de saúde e segurança, a RHMED acumula 22 anos de experiência, com sedes no Rio de Janeiro e em São Paulo e atendimento em todos os estados do Brasil. A empresa apresenta ampla rede de prestadores credenciados, distribuídos por todas as regiões do Brasil, sendo referência no suporte a corporações para que reduzam seus custos com saúde ocupacional e assistencial por meio da inteligência na gestão. Anunciou, em maio, acordo de compra da RHVida, já aprovada pelo CADE. Com a aquisição, a RHMED se torna a maior empresa focada em medicina ocupacional do Brasil, com 600 colaboradores e responsáveis pelo atendimento a mais de 2,5 mil empresas em todo o país. Veja matéria completa aqui!

Dezembro Laranja: RHMED pede atenção aos cuidados com a pele

O verão só começa oficialmente no dia 21 de dezembro e desde já o alerta de especialistas em relação aos efeitos nocivos da exposição ao sol e ao calor merecem atenção. Por concentrar ações de conscientização e lembretes dos cuidados com a pele, o ultimo mês do ano ficou conhecido também como Dezembro Laranja.

Atualmente, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de pele é o tipo mais comum entre a população brasileira, correspondendo a 30% de todos os diagnósticos de tumores malignos.

Mas essa realidade pode mudar com ajustes simples na rotina diária. Levantamentos recentes sugerem que mais da metade dos tumores de pele poderiam ser prevenidos e, para isso, evitar a exposição excessiva e constante aos raios solares, além de utilizar correta e recorrentemente o protetor solar, são as melhores medidas. E isso vale desde a infância.

Confira algumas dicas essenciais para não prejudicar a saúde da pele:

  • Usar protetor solar em toda a pele exposta, 15 minutos antes de sair ao sol, mesmo em dias nublados e durante todo o ano. Usar um protetor que ofereça ação de amplo espectro contra os raios UVA e UVB e tenha um fator de proteção solar (FPS) de pelo menos 30. Cerca de 70% da exposição solar que sofremos é ocasional. Por isso o uso constante de protetor solar é recomendado independente do que planeja fazer ao longo do dia, principalmente para quem trabalha ao ar livre;
  • Não ficar exposto por tempo ilimitado ao sol, em especial entre as 10h e 16h, quando os raios são mais fortes;
  • Pessoas de pele e cabelos claros e as com sardas são mais propensas a desenvolver o câncer de pele. Por isso, a atenção deve ser maior;
  • Beber água é fundamental para manter corpo e pele hidratados.

E mesmo para quem já se vale dos métodos preventivos, é muito importante consultar o dermatologista: só um médico especializado pode diagnosticar e prescrever o tratamento mais indicado de acordo com o caso.

SOBRE NÓS

A RHMED é referência em Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho no Brasil e conta com unidades próprias no Rio de Janeiro e São Paulo , além de uma ampla rede de prestadores distribuídas em todas as regiões do Brasil. Clique aqui para ler nossos artigos.

Mês de conscientização e luta contra a AIDS

Os números ainda são alarmantes. Somente em 2017, foram diagnosticados 42.420 novos casos de HIV e 1,8 milhão de novas infecções pelo HIV no Brasil. Por isso dezembro é o mês considerado marco para reforçar o esforço mundial da luta contra a AIDS.

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, a AIDS, como também é chamada, é causada pelo HIV, sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. O vírus ataca sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T CD4+. E é alterando o DNA dessa célula que o HIV faz cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção.

Como esse vírus ataca as células de defesa do nosso corpo, o organismo fica mais vulnerável a diversas doenças, de um simples resfriado a infecções mais graves como tuberculose ou câncer.

O HIV pode ser transmitido pelo sangue, esperma e secreção vaginal, pelo leite materno ou transfusão de sangue contaminado. O portador do HIV, mesmo sem apresentar os sintomas da AIDS, pode transmitir o vírus, por isso, a importância do uso de preservativo em todas as relações sexuais sejam orais, anais ou vaginais.

Em caso de exposição a qualquer situação de risco, a indicação é procurar um profissional da saúde. A maioria dos postos de saúde disponibiliza teste rápido e gratuito para o HIV.

A AIDS não tem cura, mas os portadores do HIV dispõem de tratamento oferecido gratuitamente pelo Governo. Ao procurar ajuda médica, em um dos hospitais especializados e postos de saúde da rede publica, o paciente terá acesso ao tratamento anti-retroviral.

RHMED é especialista em Saúde Ocupacional e Segurança no Trabalho e atua há mais de 20 anos no mercado. São mais de 500 mil vidas atendidas por profissionais qualificados e dedicados aos clientes. A RHMED atua de forma completa nos programas de Saúde e Segurança do Trabalho, orientando e direcionando as empresas no cumprimento das Normas Regulamentadoras e demais legislações vigentes.

Dia Nacional do Combate ao Câncer: RHMED reforça cuidados preventivos

Hoje, 27 de novembro, é o Dia Nacional do Combate ao Câncer. A data foi estipulada pelo Ministério da Saúde para ampliar o conhecimento da população a respeito da doença e, sobretudo, incentivar sua prevenção e diagnóstico precoce.

Atualmente, segundo dados do governo, os cânceres mais incidentes na população brasileira são os de pele, próstata, mama, cólon e reto. Os especialistas são unânimes em afirmar que a prevenção é o melhor tipo de tratamento para a doença, bem como a consulta regular a um médico.

O que é?

Câncer é o nome dado a um conjunto de células que se dividindo-se rapidamente, que tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, gerando a formação de dois tipos de tumores: o tumor maligno e o tumor benigno. O tumor é uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao seu tecido original.

Principais tipos de Câncer e prevenção:

  • Câncer do colo uterino: é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano –  HPV. Essas alterações das células são descobertas facilmente no exame preventivo (Papanicolaou) e são curáveis na quase totalidade dos casos. Para prevenir-se, é necessário vacinar crianças e as adolescentes de 9 a 14 anos contra o HPV; usar preservativo em todas as relações sexuais e manter em dia o exame preventivo.
  • Câncer de próstata: é o câncer que ocorre em uma pequena glândula em forma de noz que envolve a uretra masculina logo abaixo da bexiga urinária, podendo ser sentida através do exame de toque retal. Como prevenção, é preciso manter uma alimentação saudável e o peso corporal o equilibrado e fazer o exame regularmente.
  • Câncer de mama: é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor. Para detectar precocemente o câncer, a mulher precisa realizar regularmente o auto exame, anualmente a mamografia e, após os 55 anos, de seis em seis meses.
  • Câncer de pele: O câncer da pele é o tipo de tumor mais incidente na população – cerca de 25% dos cânceres. É definido pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. O dermatologista está na linha de frente na prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento do problema. Usar diariamente protetor solar; beber água regularmente para hidratação da pele e evitar a exposição exagerada ao sol são algumas das dicas de prevenção.

 Sobre a RHMED

Empresa piorneira na prestação de serviços de saúde e segurança, a RHMED acumula 22 anos de experiência, com sedes no Rio de Janeiro e em São Paulo e atendimento em todos os estados do Brasil. A empresa apresenta ampla rede de prestadores credenciados, distribuídos por todas as regiões do Brasil, sendo referência no suporte a corporações para que reduzam seus custos com saúde ocupacional e assistencial por meio da inteligência na gestão. Anunciou, em maio, acordo de compra da RHVida, já aprovada pelo CADE. Com a aquisição, a RHMED se tornou a maior empresa focada em medicina ocupacional do Brasil, com 600 colaboradores e responsáveis pelo atendimento a mais de 2,5 mil empresas em todo o país. Veja matéria completa aqui!

Dia Mundial do Diabetes: Prevenção e mudança de hábitos ajudam no combate à doença

Alertar para a importância da prevenção e do controle do diabetes, ajudando a prevenir suas complicações, está no centro das discussões do Dia Mundial do Diabetes, lembrado nesta quarta-feira, 14 de novembro. A doença é crônica e acomete cerca de 9% – 14 milhões de pessoas – de toda a população do Brasil. Os dados do Ministério da Saúde e da International Diabetes Federation (IDF).

O que caracteriza o diabetes:

O diabetes se caracteriza pelo o aumento da glicose (açúcar) no sangue e, caso não seja tratado, pode causar doenças graves, como cardiovasculares e acidente vascular cerebral (AVC), levando também à cegueira e à amputação de membros. Há três tipos de diabetes: o 1, caracterizado pela deficiência absoluta da insulina e mais frequente em crianças e adolescentes (entre 10 e 14 anos) ou de forma gradual em adultos; e o tipo 2, caracterizado pela resistência e deficiência na secreção de insulina; e o diabetes gestacional, sem causa específica e que, por isso, torna o exame pré-natal ainda mais imprescindível.

 

Dia Mundial do Diabetes: Como combater a doença:

O consenso entre especialistas é que a prevenção é uma das principais armas de luta contra o diabetes. A manutenção do peso normal, principalmente em pacientes com história familiar da doença, a prática regular de atividade física, a ingestão de alimentos pobres em gorduras e açúcar, não fumar, a adoção de um cardápio rico em fibras, importante para uma boa digestão, e evitar medicamentos que ampliam o potencial de agressão ao pâncreas são medidas eficazes no combate ao diabetes.

 

RHMED é referência em Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho no Brasil e conta com unidades próprias no Rio de Janeiro e São Paulo , além de uma ampla rede de prestadores distribuídas em todas as regiões do Brasil. Clique aqui para ler nossos artigos.

Saúde do homem é alvo do Novembro Azul

Mês de alerta à conscientização, prevenção e ao diagnóstico do câncer de próstata, o Novembro Azul tem se tornado um aliado cada vez mais efetivo no cuidado com a saúde masculina. Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam que o número de novos casos de câncer de próstata em 2018 está acima de 68 mil – superando o câncer de mama, com 59,7 mil – em todo o país.

Ainda segundo dados do Inca, a elevação nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente explicada pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

Novembro Azul: Saiba como se prevenir:

Para prevenção, especialistas recomendam exames clínicos e periódicos. O exame de toque, junto com o PSA (exame de sangue), deve ser feito anualmente, como rotina. O tempo de duração do exame é de apenas 10 segundos e tem como objetivo analisar a consistência da próstata, seu tamanho e se existem lesões palpáveis por meio do reto na glândula.

A avaliação é indicada a partir dos 50 anos de idade e, caso haja casos de pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos, é recomendável atenção, pois o risco de se ter a doença é aumentado de 3 a 10 vezes.

Alimentação e atividade física regular são essenciais para ajudar na redução do risco de desenvolvimento do câncer de próstata. As recomendações médica são: fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura; e incorporar ou manter uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal. Essa rotina também favorece a diminuição do risco de desenvolvimento de outras doenças crônicas. Também é aconselhável limitar o consumo de álcool e evitar ou eliminar o tabagismo.

 

RHMED é referência em Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho no Brasil e conta com unidades próprias no Rio de Janeiro e São Paulo , além de uma ampla rede de prestadores distribuídas em todas as regiões do Brasil. Clique aqui para ler nossos artigos.

Dia 16 de outubro é Dia Mundial da Alimentação

O dia 16 de outubro é marcado pela comemoração do Dia da Mundial da Alimentação em diversas partes do mundo. A data foi implementada para alertar sobre a importância alimentação saudável, acessível e de qualidade, mas também aponta para os problemas sociais associados a ela, como a fome e a desnutrição.

A RHMED relembra que a alimentação tem um papel fundamental na nossa qualidade de vida e tem a função de ofertar todos os nutrientes que nosso corpo necessita.  Ter uma alimentação equilibrada é importante para fornecer todos os nutrientes necessários para manter as atividades diárias e promover um bem-estar físico e mental. Além disso, previne doenças crônicas.

Para que a alimentação seja saudável, ela deve ser composta de proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, vitaminas cálcio e outros minerais. Variar os tipos de cereais, de carnes, de verduras, legumes e frutas, alternando as cores dos alimentos. Tudo deve ser consumido em moderação, nada em excesso. Sendo muito importante adaptar uma dieta saudável e adequada ao nosso estilo de vida.

Dicas para uma alimentação saudável:

  • Aumente e varie o consumo de frutas, legumes e verduras;
  • Coma feijão pelo menos 1 vez ao dia;
  • Reduza o consumo de sal;
  • Reduza o consumo de alimentos gordurosos;
  • Faça pelo menos 4 refeições por dia café da manhã, almoço, jantar e os lanches. Não pule as refeições;
  • Mantenha o seu peso dentro dos limites saudáveis;
  • Aprecie sua refeição e coma devagar;
  • Beba água;
  • Faça exercícios regularmente.

 

O hábito se adquire com constância e persistência. Por isso, outra dica importante é começar com os passos mais fáceis e segui-lo todos os dias. Quando o passo já fizer parte da rotina, é hora de seguir para o próximo.  A alimentação saudável pode e deve ser gostosa.

COMO PODEMOS TE AJUDAR?

A RHMED é especialista em Saúde Ocupacional e Segurança no Trabalho e atua há mais de 20 anos no mercado. São mais de 500 mil vidas atendidas por profissionais qualificados e dedicados aos clientes. Conheça mais sobre a RHMED aqui!

Outubro Rosa: RHMED relembra cuidados com a saúde da mulher

O número de novos casos de câncer de mama esperado para o Brasil até o fim deste ano é de 59.700, segundo dados do INCA – Instituto Nacional de Câncer. A cada ano morrem cerca de dez mil mulheres com mais de 35 anos de idade por causa da doença. Mas essa realidade pode ser diferente com mudanças simples no cotidiano, como manter uma alimentação equilibrada, praticar exercícios físicos regularmente e fazer exames preventivos periódicos.

Um movimento muito forte denominado Outubro Rosa foi criado nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. O Brasil participa oficialmente do movimento desde 2010, promovendo espaços de discussão sobre câncer de mama, divulgando e disponibilizando seus materiais informativos, tanto para profissionais de saúde quanto para a sociedade.

Como o próprio nome diz, esse tipo de câncer afeta as mamas, glândulas formadas por lobos, que se dividem em estruturas menores chamadas lóbulos e ductos mamários. É o tumor que mais mata mulheres no país, segundo o INCA.

Fatores de Risco para o Câncer de Mama:

  • Menarca precoce (antes dos 12 anos) e menopausa tardia (após 55 anos).
  • Nuliparidade (não ter filhos).
  • Primeira gravidez após os 30 anos de idade.
  • Uso de contraceptivos com altas doses hormonais, por período prolongado
  • Praticar hábitos de vida não saudáveis: Ingerir bebidas alcoólicas, ser sedentário, ter sobrepeso, fumar, etc.
  • Predisposição genética;

Outubro Rosa: prevenção é o mais importante

  • De 40 a 49 anos, a recomendação é o exame clínico anual da mamas, por profissional da saúde especializado e em caso de achados anormais, mamografia deverá ser prescrita.
  • Mulheres de 50 a 69 anos devem realizar mamografia a cada dois anos (quando não há sintomas);
  • A orientação é que a mulher realize a auto exame das mamas, podendo ser no (banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano).

RHMED é referência em Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho no Brasil e conta com unidades próprias no Rio de Janeiro e São Paulo , além de uma ampla rede de prestadores distribuídas em todas as regiões do Brasil. Clique aqui para ler nossos artigos.

Dia Nacional de Doação de Órgãos

Mais do que uma demonstração de empatia e generosidade, a doação de órgãos pode ser a única esperança de vida ou oportunidade de recomeço para pacientes à espera de transplante. No Dia Nacional de Doação de Órgãos, lembrado em 27 de setembro, é essencial reforçar a utilidade pública da iniciativa de defesa da vida. Dados da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO) revelam que, ano passado, o país alcançou recorde histórico de 16,6 mil doadores efetivos para cada milhão de habitantes, o que mostra um salto de, aproximadamente, 25 mil transplantes, em 2016, para 27 mil, em 2017. E foi a primeira vez também que a quantidade de doadores cresceu por sete trimestres seguidos.

No Brasil, para se tornar um doador, o primeiro passo é comunicar a intenção à família, uma vez que a concessão de órgãos só é feita mediante autorização familiar. A doação fica impossibilitada a pessoas que não possuem documentação, menores de 18 anos e as que tenham restrições clínicas, como conhecimento da causa da morte e doenças infecciosas ativas, dentre outros. Os órgãos doados seguem para pacientes que necessitam de um transplante e estão aguardando em lista única, definida pela Central de Transplantes da Secretaria de Saúde de cada estado e controlada pelo Sistema Nacional de Transplantes.

Seja um doador de órgãos

Há dois tipos de doadores: o doador vivo, que pode ser qualquer pessoa que concorde com a doação, desde que não prejudique a sua própria saúde. Em vida, podem ser doados rins, parte do fígado, parte da medula óssea ou parte do pulmão. Pela lei, parentes até o quarto grau e cônjuges podem ser doadores. Não parentes só com autorização judicial; e o doador falecido, que são os com morte encefálica comprovada. O Sistema Único de Saúde (SUS) tem o maior programa público de transplante do mundo, em que 87% dos transplantes de órgãos são feitos com recursos públicos.

A RHMED

A RHMED tem a solução adequada para atender à demanda de Segurança do Trabalho nas empresas, disponibilizando produtos para prevenção dos acidentes de trabalho e enfermidades ocupacionais, além de resguardar a integridade e a capacidade do colaborador. Conheça um pouco mais sobre nós aqui!

Dia de Prevenção do Suicídio evidencia importância do tema

O dia 10 de setembro foi definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Desde 2014, Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), promove a campanha nacional Setembro Amarelo, que alerta para a prevenção ao suicídio.

Para exemplificar a importância desse tema, a cada 40 segundos, há um suicídio no mundo, e no Brasil ocorre um suicídio a cada 45 minutos. No total, o número chega a 1 milhão de pessoas que tiraram sua própria vida e essa é uma das causas principais das mortes de jovens entre 15 e 29 anos, adolescentes e crianças. Pelos dados da OMS, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, sendo também a sétima causa de morte de crianças entre 10 e 14 anos de idade.

VISÃO DO ESPECIALISTA EM PREVENÇÃO DE SUICÍDIO

O presidente eleito da Associação Psiquiátrica da América Latina (Apal) e superintendente técnico da ABP, Antônio Geraldo da Silva, destacou a importância da campanha para prevenção e conscientização, afirmando que esses números apresentados acima são altíssimos, mas que não apresentam a totalidade dos suicídios.

Ainda segundo Antônio Geraldo, a campanha Setembro Amarelo e o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio têm o objetivo de salvar vidas, pois 90% dos casos poderiam ser evitados, se as pessoas tivessem acesso à algum tipo de tratamento da doença que levou ao suicídio. Ele afirma que todos os casos de suicídio há algum tipo de transtorno mental.

CAMPANHA PARA AJUDAR

A Associação Psiquiátrica da América Latina (Apal) pretende lançar campanhas nas redes sociais ao longo de setembro para alertar sobre suicídio e oferecer apoio e ajuda.  Antônio Geraldo quer levar esse tema às escolas, empresas e instituições, para popularizar a campanha. Para ele, também é importante as pessoas e seus familiares não negarem que existem transtornos mentais, pois isso dificulta a prevenção.

O USO DE DROGAS

O psiquiatra Jorge Jaber, membro fundador e associado da International Society of Addiction Medicine, especialista no tratamento de dependentes químicos, ressaltou que o uso de álcool e drogas é o segundo fator depois das doenças psiquiátricas, como ansiedade e depressão, que leva ao aumento de suicídios.

Segundo ele, o suicídio é a causa de morte mais facilmente evitável entre todas as doenças, já que outras doenças precisam de alto custo médico para tratamento, e o impedimento médico do suicídio pode ser atingido com remédios bem mais baratos e somente conversando com o paciente. Para Jaber, o fundamental é dar atenção e escutar aquele que pensa em tirar sua própria vida.

COMO PODEMOS TE AJUDAR?

A RHMED é especialista em Saúde Ocupacional e Segurança no Trabalho e atua há mais de 20 anos no mercado. São mais de 500 mil vidas atendidas por profissionais qualificados e dedicados aos clientes. Já publicamos sobre transtornos mentais, clique aqui para ver!